Os dispositivos móveis e o jornalismo

img_3130

O Anfiteatro Nobre da FLUP recebeu o painel 4A, moderado por Helder Bastos, que se centrou sobretudo na utilização dos dispositivos móveis na produção de conteúdos jornalísticos. A segunda tarde do V Congresso de Ciberjornalistas 3.0 começou com a comunicação “Mediatização nas redes: um estudo sobre a construção da imagem feminista da funkeira brasileira MC Carol” de Talita Bristotti Pereira da Silva e Marcia Eliane Rosa.

Este estudo baseia-se numa funkeira brasileira que ficou conhecida como feminista com a música “Meu namorado é mo otário”. Isto deu-se pela mediatização de que foi alvo. A partir daí, o feminismo passou a ser um conceito mais procurado na rede por parte dos internautas brasileiros.

Seguiu-se a apresentação de Mariana Guedes Conde “Jornalismo e redes sociais: o papel do ciberjornalista 3.0 nas mídias digitais interativas”. Este é um estudo acerca da forma como os jornalistas usam as redes sociais e outras plataformas digitais para a produção e consumo de conteúdo. Hoje em dia, os jornalistas seguem “modas”, de forma a chegar mais facilmente ao seu público. A utilização das redes sociais por parte das empresas produtoras de conteúdo jornalístico permite-lhes chegar a um maior número de pessoas e, ainda, têm um contacto mais próximo com elas, pois, nas redes sociais, tem-se acesso aos dados do utilizador (algo que as empresas de produção jornalística não possuem).

Outra questão que privilegia o uso das redes sociais por parte dos jornalistas é que, atualmente, o financiamento publicitário se dá diretamente nas redes sociais em detrimento das empresas jornalísticas. Este investimento cresceu cerca de 20% em menos de uma década. Assim, cabe às empresas seguir a nova tendência e penetrar o mais possível neste novo mercado.

Concluiu-se que os conteúdos já são feitos a pensar nos dispositivos móveis. O número de notícias consumidas em smartphones ou tablets tem aumentado, o que influencia a forma de produção de conteúdos. O crescimento dos media sociais mudaram a perceção dos leitores em relação à noticia e ao modo como ela é produzida. Mudam-se os padrões do consumo noticioso. “O jornalismo terá provavelmente mais poder concentrado nas plataformas de distribuição que nos próprios veículos”, afirma a oradora.

Por fim, Jacqueline Dourado e Juliana Teixeira apresentaram a comunicação “O uso dos dispositivos móveis pelos jornalistas de televisão: um estudo da exploração da mobilidade pelas emissoras do Piauí (Brasil)”. O objetivo deste trabalho é verificar como as emissoras têm utilizado os dispositivos móveis para cobrir eventos, nomeadamente desportivos ou festivais.

“As estratégias do jornalismo audiovisual com dispositivos móveis têm existido mas não são necessariamente intencionais, nas emissoras… é mais como alternativa”. Isto é, os dispositivos móveis são usados quando é necessária a produção de um conteúdo multimédia e há indisponibilidade de outro tipo de materiais, ou ainda, quando é necessária rapidez quer na captação, quer na publicação.

A velocidade alucinante a que a sociedade se move requer, por parte do jornalista, uma enorme rapidez na produção de conteúdos. Um ciberjornalista 3.0, mais que qualquer outro, tem de estar alerta e em constante atualização noticiosa 24/7. Os dispositivos móveis vêm permitir isso mesmo e é necessário aproveitar essas potencialidades. Ainda que o façamos de forma inconsciente.

Mas não só de jornalistas se fala quando se aborda a questão da produção de conteúdos jornalísticos. Pela forma como os dispositivos móveis são utilizados, quer na captação de imagens, áudio ou vídeo, quer na produção escrita, qualquer pessoa pode produzir conteúdos. Esta é outra particularidade da nova era. Como referiu Mariana Guedes Conde aquando da apresentação do seu estudo “O jornaleiro hoje é o Facebook e o usuário faz o papel de jornalista”.

Por Lara Lopes (CC, 2º ano)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s