Inovação no jornalismo é um conceito ainda mal definido

sbarbosa
Jornalismo de dados e jornalismo em dispositivos móveis fazem parte dos interesses de investigação de Suzana Barbosa

“Inovações no jornalismo em redes digitais e seus rumos no contexto brasileiro” foi o mote para mais uma conferência, desta vez a cargo da jornalistas e investigadora Suzana Barbosa, da Universidade Federal da Bahia, Brasil.

Apresentando-nos uma perspetiva dos 20 anos do jornalismo em redes digitais, Suzana desdobrou-se, entre outros múltiplos pontos, no processo de distribuição dos conteúdos para as múltiplas plataformas.

Atendendo que a produção, edição, circulação, recirculação e consumo da informação jornalística se dá a partir de diversas plataformas, Suzana Barbosa focalizou a sua atenção naquilo que é a inovação e nos seus respetivos processos.

“Inovação na mídia não se limita apenas a abordar novos produtos, serviços ou conceitos. Descreve todo o processo de inovação”, cita palavras de Dogruel. No entanto, garante que este é um conceito ainda mal definido e não muito bem entendido.

Adicionalmente, considera o jornalismo disruptivo, a título de exemplo, responsável por quebrar determinados padrões e convenções e por instaurar aquilo que considera “novo”.

Por César Castro (CC, 2.º ano)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s